Aumentar a rentabilidade, manter a fidelização dos Clientes e garantir a conquista de novos Clientes no mercado português e internacional são os principais objectivos da Bizdirect para 2012, disse em entrevista ao Fibra o General Manager da empresa, João Mira Santiago.

Fibra | O que é que distingue e Bizdirect da sua concorrência?

João Mira Santiago | A nossa missão traduz-se no nosso compromisso em contribuir para o sucesso do negócio dos nossos clientes, mediante a disponibilização e aconselhamento das melhores soluções de TI, sempre com foco na exigência e níveis de serviço de qualidade. Um estreito relacionamento com os principais fabricantes de TI garante o crescimento das competências da nossa empresa e uma oferta de mais e melhores serviços aos nossos clientes, sempre de acordo com os novos modelos de negócio em áreas estratégias e com potencial de crescimento.

Proximidade com o cliente e oferta de um portefólio de soluções de valor acrescentado suportadas no nosso know-how e experiência são certamente pontos fortes e decisivos quando se escolhe a Bizdirect como parceiro.

Fibra | Quais são as expetativas das Bizdirect para 2012?

JMS | A estratégia de atuação da Bizdirect para 2012 foi definida e aprovada tendo em conta as previsões para o sector. Mas temos consciência que estas previsões são falíveis pois todos os dias somos surpreendidos com novas notícias que têm impacto no sector. No mercado das TI iremos certamente deparar-nos com muitos desafios em 2012, derivado do contexto macro económico que o país atravessa e que se tem refletido inevitavelmente numa retração no consumo e no investimento nos últimos meses. Este ano a previsão é para uma diminuição no investimento em TI comparativamente a anos anteriores, mas os padrões de exigências e os níveis de serviço da equipa da Bizdirect para os nossos clientes serão os mesmos de sempre.

Fibra | Qual é o segmento de negócio da empresa com mais peso no volume de negócios? Porquê?

JMS | Para 2012 acreditamos que as áreas de negócio de valor na Bizdirect que serão preponderantes para o cumprimento dos nossos compromissos com o acionista, refiro-me à unidade de negócio de Licensing, responsável pela Gestão de Contratos de Licenciamento de Software, e à unidade de negócio de Solutions, que oferece ao mercado um conjunto de soluções especializadas suportados em produtos e serviços de valor acrescentado para os clientes. Este não será o ano do crescimento na unidade de negócio de infra-estruturas, onde o nosso desafio será manter os níveis de performance do ano anterior.

Fibra | Quais são as prioridades de internacionalização da empresa?

JMS | Hoje já fazemos negócios no mercado internacional, pois estamos sempre disponíveis para seguir os nossos clientes que têm operações noutras geografias, o que nos confere experiência e conhecimento de processos. Temos plena consciência que há mercados emergentes com grande potencial onde a Bizdirect quer estar, e poderá ser um contribuidor importante na comercialização de soluções diferenciadoras. As nossas competências serão uma mais-valia para lidar com estes novos desafios. Na Bizdirect a internacionalização é obrigatória para garantir a sustentabilidade do negócio, face à conjuntura económica que Portugal atravessa hoje, e seguramente nos próximos tempos. A internacionalização é um dos nossos eixos de crescimento para os próximos anos.

Fibra | Como é que a empresa atua no estrangeiro: com escritórios próprios ou parcerias?

JMS | Sempre que as obrigações com os nossos clientes, a dimensão do mercado e o volume de negócio o justificam, a representação local da empresa é a nossa opção. As parcerias são uma importante alavanca para garantir o objetivo de abrir um escritório local.

Fibra | Em termos percentuais qual a importância que as empresas do grupo Sonae têm na atividade e faturação da empresa?

JMS | Na Bizdirect, pretendemos sempre pautar a nossa atividade pela independência face ao grupo Sonae, através da definição anual de objetivos de estratégicos de crescimento muito desafiantes para o mercado não acionista. Atualmente o volume de negócio concretizados no mercado externo ao grupo Sonae já é superior ao volume de negócios concretizados no mercado acionista. Em 2011 trabalhámos uma carteira de mais de 430 clientes. É uma prova notória das nossas competências e experiência. O nosso objetivo é aumentar a rentabilidade, manter a fidelização dos nossos clientes e garantir a conquista de novos clientes no mercado português e internacional.

Fibra | Qual a estratégia para crescer: aquisições, filiais, parcerias?

JMS | A estratégia da Bizdirect passa por objetivos específicos de crescimento, possíveis graças ao esforço e persistência de toda a sua equipa em querer vencer, em fazer bem e alcançar os melhores resultados possíveis. Em 2012 a aposta passará pelo reforço de novos modelos de negócios, maior proximidade com os clientes, fornecedores e fabricantes de TI e desenvolvimento da oferta de serviços diversificados, com grande potencial de crescimento no portefólio atual de soluções. O crescimento não orgânico poderá concretizar-se em M&A  para garantir à Bizdirect o alargamento das  suas competências e conhecimento para novos mercados ou sectores de atividade.

Fibra | Qual o envolvimento da Bizdirect com a I&D nacional? Tem acordos com universidades portuguesas?

 JMS | Na Bizdirect existe um forte envolvimento dos colaboradores, no sentido de criar novos modelos de negócio, métricas e outras ferramentas para potenciar novos projetos e ideias de soluções para a nossa atividade e respetivas unidades de negócio. Os acordos formalizados com instituições de ensino portuguesas visam sempre a partilha da nossa experiencia na formação dos futuros profissionais.

*Entrevista escrita ao abrigo do novo acordo ortográfico.

arrow_upward
Gestão de Cookies
Abaixo apresentamos os grupos de cookies recolhidas, que deverá selecionar de acordo com as suas preferências. A qualquer momento poderá alterar ou retirar as suas permissões de cookies.

Usados para armazenar cada configuração de sessão, nomeadamente, as suas preferências de idioma.

Usados para medir o desempenho da velocidade do site e para recolher informações relacionadas com quais páginas do site têm mais ou menos visualizações de forma a ajudar a melhorar o conteúdo para todos os utilizadores do site em geral.

Usados para recolher informações sobre qual campanha dirigiu o utilizador ao site e qual conteúdo é de maior interesse para cada utilizador. 

Saiba mais sobre a Bizdirect e a forma como tratamos os seus dados, consultando a nossa Política de Privacidade.