A empresa do grupo Sonaecom está a iniciar um processo de reforço de internacionalização directa, assumindo ao mesmo tempo um novo posicionamento, como fornecedor e integrador de soluções.

 

A Bizdirect facturou perto de 30 milhões de euros em 2012 e 12% constituíram volume de negócios realizado em mercados estrangeiros. Esta “internacionalização” acabou por concretizar-se suportada no processo de acompanhamento de clientes e parceiros em expansão. Mas, este ano, a empresa liderada por João Mira Santiago está a desenvolver um enfoque específico na internacionalização mais directa da empresa.

A par disso decorre uma transformação do negócio da empresa: antes concentrado na venda de produtos, hoje tendencialmente menos transacional e mais baseado em serviços e soluções. Vender com mais valor” é o mote da organização, afirmou o responsável. Perto de 17% da facturação da empresa, cerca de cinco milhões, é relativa à prestação de serviços.

 

Apesar dos esforços para aumentar o mercado total abrangido, o executivo não prevê um grande incremento apenas de 1% da quota de negócio internacional.

A facturação total também deverá manter-se, nas previsões do executivo. A crise, mas também o processo de transformação do negócio da empresa, serão os principais factores dessa evolução, confessou o responsável no final de um debate promovido pela HP e pela Bizdirect, precisamente sobre a internacionalização do negócio das empresas portuguesas.

 

Hoje, o negócio internacional da Bizdiret é alimentado desde 29 países. Este ano, a empresa quer consolidar a sua presença no mercado angolano, como uma plataforma para chegar a outros mercados: Moçambique, Namíbia, entre outros.

Simultaneamente, a empresa está a preparar as suas áreas de negócio para abordar a América do Sul, mas também a Europa. Neste continente, João Mira Santiago considera que os recursos humanos portugueses conseguirão fazer uma diferença.

 

A Bizdirect parte com um portefólio recheado de soluções baseadas em tecnologia Microsoft, como as de CRM (Dynamics) ou de gestão de conteúdo (baseada em Sharepoint e BizTalk). Além das soluções, a aposta da Bizdirect assenta em serviços de integração de plataformas, de gestão de licenciamentos de activos de software e gestão de infra-estrutura.

Preparar as pessoas é uma necessidade
Sobre os processos de internacionalização o executivo considera importante que as empresas preparem os seus recursos para a possibilidade ou o desafio da internacionalização. Inspirado no espírito do evento, João Santiago assinalou a importância de aproveitar o conhecimento das empresas portuguesas já internacionalizadas.

 

Numa lógica de estabelecer mais relações de entreajuda, para suplantar os processos de internacionalização, sugere uma maior partilha de conhecimento sobre temas como os da fiscalidade, ambiente concorrencial, parcerias, entre outros.

Apesar do tom do seu discurso, a Bizdirect não pertence ao grupo de empresas associado em torno da iniciativa Login.pt, promovida pela ANETIE. Mas João Mira Santiago avança que a empresa está a estudar a sua participação em várias iniciativas e canais de internacionalização.

AICEP tem 126 projectos de apoio a correr
Até 2014 , a AICEP está a apoiar 126 projectos de internacionalização de empresas portuguesas de TIC, de acordo com José Vital Morgado, gestor da instituição. Após o evento antes referido, e em declarações ao Computerworld, o responsável aponta a falta de dimensão de algumas empresas como um dos seus principais desafios na internacionalização.

O remédio sugerido por Vital Morgado é o habitual: que as empresas estabeleçam parcerias para explorar em conjunto a internacionalização e partilhem riscos de investimento. De acordo com o mesmo responsável, a AICEP está a procurar que as organizações portuguesas aproveitem a rede (de fornecedores e clientes) criada por empresas portuguesas já internacionalizadas. O objectivo é facilitar o contacto com potenciais parceiros ou clientes estrangeiros.

arrow_upward
Gestão de Cookies
Abaixo apresentamos os grupos de cookies recolhidas, que deverá selecionar de acordo com as suas preferências. A qualquer momento poderá alterar ou retirar as suas permissões de cookies.

Usados para armazenar cada configuração de sessão, nomeadamente, as suas preferências de idioma.

Usados para medir o desempenho da velocidade do site e para recolher informações relacionadas com quais páginas do site têm mais ou menos visualizações de forma a ajudar a melhorar o conteúdo para todos os utilizadores do site em geral.

Usados para recolher informações sobre qual campanha dirigiu o utilizador ao site e qual conteúdo é de maior interesse para cada utilizador. 

Saiba mais sobre a Bizdirect e a forma como tratamos os seus dados, consultando a nossa Política de Privacidade.