À data deste artigo foi anunciado que o número total de utilizadores atingiu os 115 milhões em todo o mundo, um acréscimo de 50% face aos 75 milhões reportados em abril deste mesmo ano. Em março de 2020 foi atingido o número de 2,7 biliões de minutos em reuniões num único dia. Estima-se que mais de 500 mil organizações esteja a utilizar o Microsoft Teams em todo o mundo. Existem neste momento mais de 700 aplicações de terceiros que podem ser integradas com o Microsoft Teams. Essas aplicações vão desde produtos como Asana, Trello, MeisterTask, até ao Moodle, Flipgrid, Turnitin.

 A pandemia que nos atingiu em março deste ano, veio transformar a forma como muitas organizações trabalham, potenciando aquilo a que chamamos de teletrabalho. Para algumas, essa transformação já estava em curso, sendo algo opcional que os seus colaboradores podiam usufruir. Para outras foram alterações altamente disruptivas aos seus processos, utilizando para esse efeito as ferramentas tecnológicas que já conheciam e usavam para comunicarem.  

No entanto esta alteração de paradigma é mais profunda e vai para além da mera comunicação em ambiente remoto. A necessidade de comunicar e colaborar através de equipas virtuais, obriga a uma preocupação maior para questões de segurança da identidade, mas também para a segurança dos dispositivos que acedem à informação das organizações. 

Mas existirá um fator de sucesso para toda esta transformação? 

Apessoas são o fator de sucesso em qualquer organização, é fundamental acompanhar e gerir da melhor forma esta mudança e conseguir adotar novas formas de trabalhar, assentes em ferramentas tecnológicas que possa diminuir ao máximo as diferenças entre trabalho físico e trabalho virtual.

Skype for Business 

Durante muitos anos, o Skype for Business foi a ferramenta preferencial para que as organizações pudessem comunicar, tanto internamente como para o exterior. Essa comunicação era feita através de mensagens instantâneas, reuniões virtuais e chamadas de voz.  

No entanto com o aumento de diferentes gerações no mercado de trabalho, gerações essas com diferentes formas de comunicar e colaboraraumentou também a oferta de ferramentas que pudessem endereçar essanecessidades e com isso, o Skype for Business deixou de ir ao encontro dos novos requisitos de um posto de trabalho mais digital e tecnológico. 
Assim a Microsoft anunciou em 2019 o fim de vida do Skype for Business para o dia 31 de Julho de 2021. 

Quais as novas ferramentas que apoiam esta mudança? 

Com este anúncio vem a necessidade de mudar e como em todas as mudanças, levantam-se algumas questões: que tipo de ferramenta utilizar? quais as melhores práticas a implementar para a adoção dessa ferramenta? de que formar os colaboradores para adotarem essa ferramenta?
Apesar desta transformação inserir em formas de trabalhar através de tecnologia, é importante perceber que a tecnologia não é o ponto central deste processo, mas sim as pessoas que vão utilizar essa tecnologia. Por isso uma das componentes mais importantes neste processo será a gestão da mudança, para que os medos tradicionais de mudar sejam atenuados, para que as pessoas percebem o que vão ganhar com a mudança e para que possamos capacitar as pessoas com o conhecimento necessário para a utilização das novas ferramentas.

Como se adapta o Microsoft Teams a diferentes realidades e contextos?  

Tal como referimos anteriormente, as diferentes gerações que hoje estão presentes no mercado de trabalho, têm realidades diferentes quando falamos de comunicação e colaboraçãoPodemos por isso encontrar pessoas que quando iniciaram as suas carreiras os computadores não existiam ou estavam a dar os primeiros passos, pessoas que presenciaram a introdução da internet nos seus locais de trabalho, e pessoas que com a democratização dos smartphones, tablets aplicações passaram a trazer a realidade pessoal para o contexto empresarialNesse sentido foi desenvolvido o Microsoft Teams. 

Os pontos chave desta aplicação passam pela sua total integração com o universo de ferramentas presentes no Microsoft 365, seja nas componentes de produtividade através do Office, colaboração utilizando o OneDrive for Business ou SharePoint, comunicação e voz nativos no Microsoft Teams, mas também a sua extensibilidade para aplicações de terceiros ou criação de aplicações de negócio utilizando a Power Platform. Tudo isto assente sobre todas as funcionalidades de segurança e conformidade presentes na plataforma e a possibilidade de aceder a toda a informação, através de diferentes dispositivos sejam eles Windows, MacOS, Linux, Web, Android ou iOS. 

 

Já utiliza o Microsoft Teams na sua organização? Está interessado em melhorar e potenciar a sua utilização? Ou ainda não fez o caminho de mudança de Skype for Business para Microsoft Teams? 

Queremos fazer esta transformação consigo, obtenha o máximo rendimento das aplicações Microsoft 365.
Contacte-nos: contact@bizdirect.pt

Artigo escrito por: Ricardo Mendes, Cloud Solutions Specialist, Bizdirect

arrow_upward
Gestão de Cookies
Abaixo apresentamos os grupos de cookies recolhidas, que deverá selecionar de acordo com as suas preferências. A qualquer momento poderá alterar ou retirar as suas permissões de cookies.

Usados para armazenar cada configuração de sessão, nomeadamente, as suas preferências de idioma.

Usados para medir o desempenho da velocidade do site e para recolher informações relacionadas com quais páginas do site têm mais ou menos visualizações de forma a ajudar a melhorar o conteúdo para todos os utilizadores do site em geral.

Usados para recolher informações sobre qual campanha dirigiu o utilizador ao site e qual conteúdo é de maior interesse para cada utilizador. 

Saiba mais sobre a Bizdirect e a forma como tratamos os seus dados, consultando a nossa Política de Privacidade.

Conheça os nossos serviços de Microsoft Teams Adoption.