Considere a transformação digital dos dias de hoje e provavelmente irá descobrir uma solução baseada na Cloud que poderá ser aquilo que estava à procura de implementar para o seu negócio.

No entanto, no momento em que os fornecedores entregam aos seus potenciais clientes um Acordo de Nível de Serviço (ANS), identificando métricas-chave (níveis de serviço), muitas vezes a capacidade dos clientes entenderem a faturação associada à disponibilidade, confiabilidade e desempenho deste serviço é o principal ponto de debate antes de migrarem para a Cloud. De forma as empresas conseguirem decidir que soluções adotar, torna-se fundamental entender o verdadeiro valor das mesmas.

Para as Pequenas e Médias Empresas (PME), na maioria das vezes existem maiores benefícios em aproveitar os serviços baseados na Cloud do que tentar obter soluções de classe empresarial com orçamentos mais apertados. Provavelmente, não existem serviços que uma PME possa construir on-premise com o mesmo orçamento que implementaria serviços já existentes na Cloud, visto que teriam que lidar com hardware, software, electricidade e custos de centro de dados.

Enquanto as soluções on-premise envolvem ativos que devem ser comprados, financiados e, em última instância, ser alvo de substituição, as soluções na Cloud são serviços que cada empresa pode subscrever e, como tal, categorizar como despesas operacionais. Ao mesmo tempo que as PME, através desta categorização, podem obter benefícios fiscais, conseguem também focar-se em competências core ou em serviços que os fornecedores de Cloud não oferecem como, por exemplo, um helpdesk interno para manutenção e reparação de equipamentos informáticos.

Para empresas ou mesmo startups que estão a expandir os seus negócios, escalar é a palavra de ordem. Se estas tiverem capacidade de investimento, escolher uma solução on-premise poderá parecer a solução acertada. No entanto, ter dinheiro para investir não significa que não se preocupem com os custos e por isso, as empresas procuram as alternativas que ofereçam uma eficiente gestão de custos.Um dos grandes benefícios de optar por um fornecedor de serviços Cloud é a possibilidade de poder escolher recursos específicos. Assim, as empresas podem obter uma panóplia de serviços que nunca conseguiriam desenvolver e serem somente cobrados consoante o seu consumo. Sejam licenças, ciclos de instrução, armazenamento consumido ou número de caixas de correio, os clientes só são cobrados pelo que utilizam. Mas como se controla o que é utilizado e cobrado?

De forma a evitar custos inesperados, é possível estimar a conta mensal esperada utilizando uma calculadora de preços e até ,controlar a utilização real, através do portal de faturação. Os clientes podem também configurar alertas automáticos de faturação por e-mail para serem notificados caso os seus gastos ultrapassem o valor que previamente foi configurado.

Existe ainda a capacidade de comparar rapidamente o Custo Total de Propriedade (CTP) de uma solução on-premise com implementação do Azure através de uma Calculadora de CTP e perceber se efetivamente existem poupanças numa mudança para a Cloud.
Para concluir, nós acreditamos que as empresas vêem com bons olhos a mudança para a Cloud porque hoje o estado dos negócios é dinâmico e instável. Isso torna o futuro muito mais difícil prever e os clientes acabam por não querer fazer investimentos de risco e a longo prazo, mas sim em soluções que se consigam adaptar a cada momento das suas jornadas de crescimento.

Se está inclinado em optar por uma solução baseada na Cloud, ou se pretende apenas saber mais informação: CONTACTE-NOS!

arrow_upward
Gestão de Cookies
Abaixo apresentamos os grupos de cookies recolhidas, que deverá selecionar de acordo com as suas preferências. A qualquer momento poderá alterar ou retirar as suas permissões de cookies.

Usados para armazenar cada configuração de sessão, nomeadamente, as suas preferências de idioma.

Usados para medir o desempenho da velocidade do site e para recolher informações relacionadas com quais páginas do site têm mais ou menos visualizações de forma a ajudar a melhorar o conteúdo para todos os utilizadores do site em geral.

Usados para recolher informações sobre qual campanha dirigiu o utilizador ao site e qual conteúdo é de maior interesse para cada utilizador. 

Saiba mais sobre a Bizdirect e a forma como tratamos os seus dados, consultando a nossa Política de Privacidade.