O GDPR está a chegar, conheça-o e prepare-se.
Adotado pelo parlamento europeu em Abril de 2016, o GDPR (General Data Protection Regulation) vem substituir o DPD (Data Protection Directive) de 1995 e é a maior mudança na lei da privacidade nos últimos 20 anos. Abrange todas as empresas que atuam na União Europeia e as mesmas têm até 25 de Maio de 2018 para se preparar para esta grande mudança, período que totaliza 2 anos.

Com o GDPR, são acrescentados novos regulamentos aos já existentes, adicionado uma maior responsabilidade na área da proteção e regulamentação de dados. Por exemplo, o direito a ser esquecido, privacidade por projeto, consentimento, a portabilidade dos dados e o direito à restrição do processamento. Uma das principais mudanças é a consequência da não conformidade, o que pode resultar em multas de até 4% do volume de negócios global anual ou de 20 milhões de euros. A regulamentação vai variar de país para país, consoante o seu tipo de leis e legislações internas.

Segundo um estudo realizado pela Dell destacam-se alguns resultados:
•    Mais de 80% dos entrevistados afirma saber pouco ou nada sobre GDPR
•    Apenas uma em cada três empresas afirma estar preparada para o GDPR hoje
•    97% das empresas não tem um plano pronto para o GDPR
•    9% de empresas de IT e empresários afirma estar com confiança para o GDPR
•    50% acredita estar perante uma penalização financeira

O que fazer para se preparar para o GDPR? Em baixo são descritas algumas dicas e estratégias a seguir para ajudar cada organização a seguir a regulamentação, com o objetivo de proteger a informação pessoal de cada cliente e evitar perdas de dados, multas altas e perda de reputação/qualidade que poderão incorrer numa não-conformidade:

•    Contratar um DPO (data protection office). Um requerimento importante para a GDPR, um cargo que pode ser full-time, outsource ou de alguém com outras responsabilidades. Esse recurso pode também ser usado como serviço para outros projetos com clientes, etc.

•    Implementar uma solução de acessos rígida. O controlo dos acessos e permissões em aplicações que contêm informações confidências de contactos é crucial para o GDPR.

•    Política de Segurança Digital. É importante a implementação de uma Política de Segurança da Informação (PSI), documento que reúne regras, métodos e práticas (obrigatórias ou recomendadas). Dividindo-se em 3 pilares fundamentais sendo eles a Confidencialidade: informações acessíveis apenas para pessoas autorizadas; Integridade: garantia de exatidão e totalidade; Disponibilidade: acesso aos usuários autorizados sempre que preciso.

•    Firewalls e Antivírus. É essencial manter ativo e up-to-date vários níveis de barreiras de segurança. Assim como um segurança de email forte, capaz de controlar toda a atividade e mail para combater possíveis ameaças de phishing ou outro tipo de ataques.

A Microsoft partilhou um plano de 4 passos para acompanhar a GDPR:

GDPR
E, desta forma, assegura a todos os utilizadores dos seus serviços cloud uma solução de GDPR e se for utilizador de Microsoft Dynamics 365 pode ficar descansado que qualquer aplicação de Dynamics cumpre com o padrão de conformidade exigido pela UE.

Usar plataformas Microsoft é um passo importante para estar em conformidade com o GDPR, permitindo às organizações terem a capacidade de controlar e monitorizar a informação que armazenam relativamente aos seus clientes. As organizações devem procurar analisar estes processos e recorrer a soluções que permitem criar procedimentos que vão ao encontro da regulamentação em temas como:
•    Centralizar todas as interações com o cliente
•    Permitir emitir o passaporte do cliente
•    Eliminar dados de clientes

Uma solução robusta de Dynamics 365 para gestão de clientes será uma parte vital desse processo. A equipa Bizdirect em parceria com a Microsoft está disponível para discutir com os clientes como podem as plataformas de CRM contribuir para uma implementação da regulamentação GDPR.

Podemos ajudar? CONTATE-NOS! 

arrow_upward
Gestão de Cookies
Abaixo apresentamos os grupos de cookies recolhidas, que deverá selecionar de acordo com as suas preferências. A qualquer momento poderá alterar ou retirar as suas permissões de cookies.

Usados para armazenar cada configuração de sessão, nomeadamente, as suas preferências de idioma.

Usados para medir o desempenho da velocidade do site e para recolher informações relacionadas com quais páginas do site têm mais ou menos visualizações de forma a ajudar a melhorar o conteúdo para todos os utilizadores do site em geral.

Usados para recolher informações sobre qual campanha dirigiu o utilizador ao site e qual conteúdo é de maior interesse para cada utilizador. 

Saiba mais sobre a Bizdirect e a forma como tratamos os seus dados, consultando a nossa Política de Privacidade.